Classificação Da Diabetes – Como Diagnosticar

Para saber como controlar a diabetes é preciso primeiro diagnosticar qual tipo de diabetes você tem, para saber se você se no seu caso você conseguirá controlar ou até mesmo reverter a diabetes.

Um fato que você deve estar atento é que quando se fala em diabetes, a primeira coisa que vem a cabeça, é a hiperglicemia, ou seja, taxas de açúcares alto no sangue, mas, não é apenas uma única doença propriamente dita, na realidade, a diabetes é uma síndrome, ou seja, ela é um conjunto de distúrbios metabólicos e que têm em comum a hiperglicemia.

Tipos De Distúrbios Metabólicos Causados Pela Diabetes

Talvez você já tenha visto que várias pessoas que têm diabetes sofrem com vários tipos de sequela, e vamos citar alguns dos distúrbios metabólicos que causam a diabetes, sendo eles:

  • Distúrbio no metabolismo das gorduras
  • Distúrbio no metabolismo dos carboidratos
  • Distúrbio no metabolismo das proteínas

Todos esses distúrbios metabólicos, acontecem por causa da deficiência na ação da insulina, ou por conta de uma deficiência na produção da insulina.

Classificação Da Diabetes

Basicamente a diabetes é classificada em diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2, contudo, existem subclassificações em cada uma delas, confira agora.

Quando falamos sobre diabetes tipo 1, temo que lembrar, que esse tipo de diabetes tem a produção de insulina deficiente, ou seja, o organismo não consegue produzir insulina, por conta da destruição das células que produzem a insulina.

Classificação Da Diabetes Tipo 1

A diabetes tipo 1 é classificada como diabetes tipo 1 A, e diabetes tipo 1 B

Diabetes Tipo 1 A

A diabetes tipo 1 A é responsável por cerca de 90% dos casos de diabetes tipo 1.

A diabetes tipo 1 A, é definida dessa forma, pelo fato de ser Autoimune, ou seja, esse é o tipo de diabetes onde é ocasionado a destruição das células responsáveis pela produção do hormônio chamado insulina.

Esse tipo de diabetes ocorre por fatores genéticos, contudo, ela pode ser manifestada por causa de infecções virais, acaba ativando a autoimunidade, cujo, as células de defesa do nosso organismo vão começar a produzir auto anticorpos que vão destruir as células beta, que são as responsáveis na produção da insulina.

A diabetes tipo 1 A ocorre principalmente em crianças e adolescentes, onde normalmente ocorre uma hiperglicemia mais abrupta.

Também existe uma outra variação do diabetes tipo 1 A que é conhecida como LADA, que é a Diabetes Autoimune Latente Do Adulto, onde não tem essa destruição das células beta de forma massiva, ou seja, essa destruição se dá de forma mais branda.

Classificação Da Diabetes Mellitus Tipo 2

A diabetes mellitus tipo 2, não irá ocorrer por causa da deficiência primária na produção da insulina, mas ocorre por defeito na ação da insulina, ou seja, o organismo cria uma resistência a ação da insulina.

Contudo, se não for tratado, o pâncreas é afetado e as células beta acabam entrando em falência, ocasionando que a secreção da insulina acaba ficando reduzida.

Normalmente a diabetes tipo 2 ocorre em pessoas com idade mais avançada em pessoas acima de 40 anos, mas, infelizmente a diabetes mellitus tipo 2 também tem ocorrido em pessoas cada vez mais jovens.

Isso se dá a uma série de fatores associados a má alimentação e a hábitos destrutivos, assim como o sedentarismo.

Mas basicamente, a diabetes mellitus tipo 2, é ocasionada por causa da síndrome metabólica, onde o paciente vai ter além da hiperglicemia, vai ter a dislipidemia, que é a elevação de colesterol e triglicerídeos no plasma ou a diminuição dos níveis de HDL que contribuem para a aterosclerose, e também será afetado pela obesidade.

A diabetes tipo 2 não tem uma herança genética bem definida, e normalmente ocorre por causa do hábitos de vida destrutivos.

Diabetes Mellitus Tipo 2 Gestacional

Essa diabetes é diagnosticada na gestação, onde ocorre na gravidez, contudo, se tratada, ela pode ser revertida.

Fatores De Risco Da Diabetes

Agora você verá quais são os fatores de risco que pode ocasionar a diabetes.

  • Sedentarismo: A falta de exercícios físicos acaba contribuindo para o aumento da resistência da insulina.
  • Familiar de 1º grau com diabetes: Familiares que tem diabetes mellitus, tem relação gênica.
  • Pacientes Hipertensão Arterial e Dislipidemia: Esse é um fator de risco, pois segundo estudos, faz parte da síndrome metabólica.
  • Diabetes Gestacional Prévio: Pacientes que já tiveram diabetes gestacional e depois conseguiu normalizar a glicemia, tem uma pré-disposição maior para desenvolver o diabetes posteriormente.
  • Síndrome Do Ovário Policístico: Pacientes que tem a síndrome do ovário policístico tem probabilidade de desenvolver a diabetes.
  • Intolerância a glicose ou glicemia de jejum alterada: Pacientes que têm alguma de intolerância a glicose ou que tenha uma glicemia de jejum que tenha sido alterada em algum momento da vida, tem maior probabilidade de desenvolver a diabetes.
  • Histórico de doença cardiovascular: Pacientes que tenham algum tipo de histórico de doenças cardiovasculares, é um fator de risco importante.
  • Medicações que elevam a glicemia: Pacientes que precisam utilizar medicações que elevam a glicemia, assim como corticoides, etc.

Saiba mais como você pode controlar e reverter a diabetes.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.